O aprendizado é uma atividade onde o foco na eficiência é o mais benéfico. Mesmo de acordo com a ciência, aprender demais – uma prática chamada “overlearning” por especialistas – afeta o aprendizado, e a caminhada de melhorar os estudos.

Um dos maiores problemas para estudantes é a análise de testes. A distração é alta, muitos não têm a possibilidade de se organizar, perdem imediatamente a concentração ou acabam se deixando levar pela ansiedade. Com isto em mente, desenvolvemos uma lista de dicas para ajudar a melhorar a produtividade do estudo.

https://pixabay.com/pt/illustrations/ci%C3%AAncia-tecnologia-educa%C3%A7%C3%A3o-1182713/

Aprendendo a evitar a procrastinação

CONTEÚDO DO TEXTO

Procrastinação é o ato de adiar conscientemente ou inconscientemente o trabalho, mesmo que você tenha tempo para fazê-lo. Pertence ao maior dos vilões estudantis e exige esforço para ser superado. Para evitar deixar o trabalho para a última hora, os profissionais recomendam o uso da técnica Pomodoro. Veja como colocá-lo em prática:

  • Fique longe de distrações, como TV e telefones celulares;
  • Use um temporizador para marcar 25 minutos;
  • Durante os 25 min mantenha sua atenção em uma tarefa específica, sem alterá-la;
  • No final deste período, é hora de recompensar o esforço com alguma atividade simples, como olhar para seu celular, ouvir música, assistir a um vídeo, etc. Reservar pelo menos 5 minutos para a recompensa;
  • Tenha cuidado para não exagerar e esquecer de voltar aos seus estudos.

Organize-se

Estar organizado é substancial para o processo de habituação da rotina relacionada ao estudo. É importante para cada aprendiz encontrar maneiras de se encaixar em seus dias, semanas e meses para que seja mais benéfico.

Primeiramente, é útil escrever cada uma das tarefas para entender como elas são capazes de encaixar as ocupações do curso no cronograma. Encontrar o tempo para aprender é a parte mais importante da estruturação de uma rotina totalmente nova.

Isto pode ser feito de várias maneiras, seja utilizando um gestor de tarefas, um calendário, uma planilha ou até mesmo um pedaço de papel. Idealmente, deve ser a forma que melhor lhe convém e que o ajude a desempenhar suas funções.

Mantenha a interferência afastada

O tempo de análise deve ser sagrado, portanto, mantenha afastado tudo o que consegue atrair sua atenção e desviar sua atenção. Se possível, desligue ou mantenha dispositivos telefônicos silenciosos, feche os sites da Internet que não estejam relacionados com o conteúdo da análise, desligue a televisão. Separe apenas o material de análise e concentre-se nele. Ter um bom Ipad para estudos pode auxiliar no processo de aprendizagem, facilitando fazer testes, ler materiais, assistir aulas.

Estude quando estiver cansado

Embora a princípio isto possa parecer contraditório, de acordo com a ciência, faz sentido.

Aprender quando você está mais cansado e rápido antes de ir para a cama pode ajudar seu cérebro a reter maiores concentrações de habilidades inovadoras, como falar uma língua estrangeira ou jogar uma ferramenta.

Há até mesmo um termo para isso: “aprendizagem do sono”.

Isto porque o processo de consolidação da memória é melhor durante o sono de “onda lenta”. Isto significa que a revisão do material antes de ir dormir pode apoiar o cérebro na retenção das informações.

Prática

Não adianta ler, ler, ler e ler um pouco mais e não praticar o que se aprende. Fazer exercícios, testes anteriores, simulações, etc. o tempo todo. A cada 15 dias ou sempre que lhe for mais conveniente, simule o ambiente de teste com tudo o que você precisa. Timer, água, alimentos, ambiente livre de distrações. Vários testes, como o Enem, por exemplo, colocam altas exigências psicológicas sobre os candidatos, e estas simulações os ajudam a se acostumar com o ambiente.

Como não esquecer o que você aprendeu

Um dos principais problemas dos estudantes é que eles esquecem o que aprenderam. Isto é usual, já que o cérebro requer tempo para assimilar e reforçar o novo aprendizado. Para superar este problema, é essencial implementar certas dicas. Verifique:

  • Produzir um sistema para verificar o conteúdo. Lembre-se que quanto mais tempo passar desde o primeiro contato com um conteúdo definido, maiores serão as chances de esquecê-lo. Portanto, desvie da curva do esquecimento e conserte o assunto em sua mente para que você não tenha que iniciar todo o processo de aprendizagem novamente.
  • Depois de alguns minutos de leitura, pare por um momento e aspire a lembrar e mencionar, em sua mente ou em voz alta, quais são as idéias centrais até aquele momento.
https://pixabay.com/pt/illustrations/aprender-escola-aulas-de-l%C3%ADnguas-2001847/

Conclusão

Em conclusão, saiba que um bom descanso e tempo de lazer também fazem parte de uma vida saudável, e são tão relevantes quanto os estudos. Lembre-se de que o estresse prejudica o desempenho de seus neurônios e afeta a memorização.

Você pode ver que há muitas maneiras de melhorar seu desempenho no ensino à distância, certo? Agora é com você. Aplique estas práticas em sua vida diária e comece a notar os efeitos.

Gostou do post? E tem alguma dúvida? Deixe nos comentários!

Click to rate this post!
[Total: 0 Average: 0]
Artigo anteriorAprenda sobre como funciona o Trabalho Remoto para Google e Facebook
Próximo artigoComo Melhorar os Investimentos em Renda Variável
Blogueiro, Autor do Blog Estuda Web. Dedico algumas horas do meu dia à compartilhar dicas exclusivas com meus leitores e visitantes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui